Visite Encena - História viva no congresso nacional PDF Imprimir E-mail

Categoria: Relações Públicas nas Organizações Públicas

Instituições: Senado Federal & Câmara dos Deputados

 

Introdução

Brasília nasceu destinada a ser o grande centro das decisões nacionais. Em 21 de abril de 1960, tornou-se a sede dos três Poderes da União. Com a transferência do Distrito Federal para o centro do País, o Congresso Nacional também passou a viver um novo capítulo de sua história. Ao estabelecer o cinquentenário de  Brasília como um dos eixos temáticos do ano de 2010 nos planejamentos estratégicos da Secretaria de Relações Públicas do Senado Federal e da Coordenação de Relações Públicas da Câmara dos Deputados, percebeu-se oportuno recontar a história da cidade e daqueles que contribuíram para a sua existência e afirmação como capital brasileira.Como, entretanto, essa história poderia ser evidenciada pelo Congresso Nacional, de modo a despertar a atenção do público, uma vez que a cidade estaria repleta de outras atrações, programas, shows e exposições propostas por várias outras organizações públicas e privadas?

O Programa Visite o Congresso

O Congresso Nacional realiza há cerca de 15 anos um trabalho de Visitação Institucional, uma das mais importantes ferramentas de Relações Públicas do Parlamento.  Em 2004, foi firmada uma parceria entre o Senado e a Câmara e criado o Programa “Visite o Congresso”, integrando as visitas guiadas que eram oferecidas de forma separada pelas duas Casas que compõem o nível federal  do Poder Legislativo no  Brasil. Por meio desse Programa, o Congresso Nacional recebeu, somente em 2009, quase 180 mil pessoas.Tendo apresentado resultados tão eficazes em conformidade com a missão das áreas responsáveis pelas Relações Públicas das duas Casas, ambas comprometidas em estabelecer um relacionamento permanente e de diálogo com seus públicos, o Programa  Visite o Congresso também tem garantido lugar cada vez mais destacado no Planejamento da Comunicação Social do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.A comunicação com os cidadãos que participam das visitas ao Palácio do Congresso é direta, face a face.  Visitantes que completam o percurso guiado têm a chance de conhecer aspectos da arquitetura de Oscar Niemeyer, do Parlamento Brasileiro e da história política do País, além de receber uma explanação sobre o processo de criação e votação das leis: o processo legislativo. Diante do contexto do Programa Visite o Congresso, ocorreu às equipes da Câmara e do Senado aplicar o conceito de “história viva” às visitas guiadas ao Palácio do Congresso Nacional que aconteceriam próximas à data do cinquentenário de Brasília.

História viva é uma atividade educativa utilizada por alguns museus e locais de interesse histórico que oferece ao público espectador e/ou participante a impressão de ter voltado no tempo.  Por meio de encenações, com atores caracterizados de personagens históricas, busca-se uma melhor compreensão de eventos e períodos da história.

O Visite Encena

Surgia, assim, o Visite Encena, que incorporou às visitas guiadas ao Palácio do Congresso Nacional intervenções de atores caracterizados como personagens históricas que narravam  na primeira pessoa suas lutas e conquistas. O grupo teatral Caixa Cênica foi contratado e instruído, além de receber os perfis das personagens escolhidas.  O roteirista do grupo teatral se encarregou de adaptar textos e escrever falas. Ensaios foram realizados. Antes da apresentação ao público, os 8 atores do grupo teatral fizeram visitas piloto para públicos internos, previamente convidados a opinar e contribuir com a iniciativa.  Muitas dessas contribuições proporcionaram ajustes finos e melhorias, após os quais as personagens Juscelino Kubitschek, Lúcio Costa, o casal fictício de candangos Dorinha e Dorivaldo, Ulysses Guimarães, Ruy Barbosa, Joaquim Cardozo e a Princesa Isabel estavam, enfim, prontos para receber o público e fazer a dramatização.

As apresentações foram realizadas de 24 de abril a 30 de maio, aos sábados e domingos, em quatro horários: 10, 12, 14 e 16 horas.  Ao todo, foram 48 visitas dramatizadas alcançando diretamente cerca de 3.000 espectadores e, indiretamente, mais de 10 mil, a partir da divulgação espontânea e dirigida, e da cobertura jornalística em âmbito nacional. A assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados conseguiu despertar o interesse de vários veículos de comunicação pelo Visite Encena a partir de um press release, amplamente divulgado. Informações sobre o projeto, com datas, horários, fotos e citações dos textos das personagens foram inseridas na página do Programa Visite o Congresso no sítio do Senado na Internet: www.senado.gov.br/visitecongresso. Além disso, um eficiente sistema eletrônico de agendamento para as visitas dramatizadas foi desenvolvido e publicado no site da Câmara dos Deputados, o que facilitou a organização das concorridas apresentações.

Visite Encena e a reação do público e da imprensa

Crianças, adultos, idosos... os mais variados segmentos de público demonstraram encantamento com a iniciativa. Houve até quem se emocionasse ao assistir as apresentações. Ao final de cada horário, além das palmas entusiasmadas, muitos visitantes pediam para tirar fotos ao lado dos atores e comentavam que trariam seus amigos e familiares para participar das visitas dramatizadas. Outros registraram comentários no livro “Palavra do Visitante”, espaço aberto para que o público manifeste sua opinião sobre o Programa Visite o Congresso.  Muitos desses comentários davam conta de como os cidadãos consideraram mais fácil e agradável apreender os conceitos transmitidos durante as visitas a partir das encenações dos atores. Os profissionais das equipes de Relações Públicas das duas Casas legislativas estiveram presentes ao longo dos dois primeiros finais de semana de apresentação, revezando-se no atendimento aos jornalistas e repórteres de TV, fotógrafos e cinegrafistas que acompanhavam as apresentações e registravam as ações do projeto, além de entrevistar diretamente o público participante. Muito bem recebida pelo público e pela imprensa local e nacional, a iniciativa proporcionou aos visitantes uma oportunidade para se aproximar da história de Brasília e do Brasil. Vários cidadãos solicitaram a incorporação das apresentações à rotina da Visitação Institucional: "Meu registro é no sentido de sugerir a sua permanência definitiva, já que a visitação cumpre uma atividade cívica que agora emocionou e tocou mais o coração dos visitantes.", disse Rosana Ribeiro Lima, do Distrito Federal.

Avaliação de Resultados

O objetivo proposto no briefing do projeto que era o de homenagear a cidade de Brasília em seu cinquentenário, oferecendo ao visitante do Palácio do Congresso Nacional uma oportunidade para conhecer um pouco mais da história da capital federal e suas grandes personagens, foi plenamente alcançado. A estratégia de divulgação foi bem sucedida, tanto no que se refere às peças de divulgação, aos veículos de comunicação da Câmara e do Senado (TV, Rádio, Jornal e Internet), quanto ao press release enviado a um mailing jornalístico. 

O conteúdo das mensagens registradas espontaneamente pelo público visitante revela que houve aprendizado, emoção, e o interesse foi despertado para os temas propostos pelo projeto. 
Pela análise do clipping, observou-se que o Visite Encena gerou uma agenda positiva para o Congresso Nacional. Tempo e espaços generosos foram reservados pela imprensa local e nacional para a cobertura do projeto, destacando-o dentre tantas outras exposições, programas e eventos de qualidade que, de forma louvável, surgiram pela iniciativa de instituições públicas e privadas no Distrito Federal para celebrar o cinquentenário de Brasília. 

Com a materialização desse projeto, percebeu-se que a história da Pátria continua viva no coração dos brasileiros, que passaram, por meio das personagens históricas, a compreender melhor o papel do Congresso Nacional e sua decisiva participação na construção da capital federal e do próprio País.

 


Desenvolvido pela Arena