PUC ABERTA – Semana dos Vestibulandos na PUC Minas PDF Imprimir E-mail

PUC ABERTA – Semana dos Vestibulandos na PUC Minas


 

Organização

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Profissional Responsável

Eugênio José Faria da Fonseca

Assessoria Externa

Lélio Fabiano & Associados

Ano da Premiação

2000



A Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas é uma das mais tradicionais instituições de ensino superior do Estado, uma das maiores do país, com uma história de mais de quatro décadas. Por ela já passaram várias gerações de estudantes, muitos deles com atuação destacada na sociedade brasileira e no exterior.

A PUC Minas conta hoje com mais de 30.000 alunos e 1.400 professores, nos seus diversos cursos de graduação, pós-graduação e extensão, distribuídos em seis campi, em Belo Horizonte, Contagem, Betim, Arcos e Poços de Caldas, servidos por uma infra-estrutura privilegiada de prédios, laboratórios, bibliotecas e modernos equipamentos.

O maior contingente de alunos está nos 43 cursos de graduação. A cada semestre realiza-se novo vestibular, quando milhares de estudantes do ensino médio, que freqüentam colégios e cursos pré-vestibulares, buscam uma vaga na Universidade. Esses alunos constituem, assim, o grande público preferencial da PUC Minas, para o qual ela tem direcionado grande parte de suas ações de comunicação e marketing.

A escolha de uma universidade e de uma carreira profissional é um momento crucial na vida de todo jovem. É uma decisão de suma importância que gera insegurança, ansiedade, principalmente porque o estudante tem diante de si um leque enorme de opções e nem sempre dispõe de informações suficientes para escolher entre uma ou outra. Para ajudá-los neste momento e, também, para dar-lhes a oportunidade de conhecer de perto o ambiente universitário, a PUC Minas criou o "PUC Aberta", um projeto em que abre as suas portas para o jovem pré-vestibulando.

O Projeto "PUC Aberta" já foi realizado em duas edições, a primeira em setembro de 1999 e a segunda em março de 2000, com a presença de cerca de 2.500 estudantes em cada evento. O "PUC Aberta" em sua segunda edição foi realizado também nos campi de Betim e Contagem, na Grande BH. O programa teve, ainda, a participação de algumas escolas do interior, que fretaram ônibus para trazer os alunos. Brevemente a PUC Minas estenderá o programa a Poços de Caldas e Arcos.

OBJETIVOS

Atender de forma eficiente à demanda dos estudantes em conhecer a Universidade, seus cursos de graduação e as oportunidades profissionais que cada curso possibilita.

Estreitar o relacionamento com os estudantes e os colégios.

Ajudar os alunos do ensino médio a fazerem a sua escolha profissional

Dar visibilidade aos cursos da PUC Minas.

Sensibilizar os alunos para que vejam a PUC como a melhor opção ao se decidir onde fazer um curso superior.

ESTRATÉGIA

Trazer o estudante para dentro da PUC Minas, para que ele possa conhecer o campus e experimentar o que é o ambiente universitário

Oferecer informações sobre a PUC Minas, os cursos de interesse e o mercado de trabalho, por meio de palestras, material de apoio, projetos experimentais, depoimentos de estudantes e professores.

Envolver toda a comunidade universitária (estudantes, professores e funcionários) em um trabalho integrado, que estimule o comprometimento com a instituição e a sua valorização

Estimular a participação do estudante, criando oportunidade para que ele expresse suas dúvidas, expectativas e necessidades.

EXECUÇÃO

Público-Alvo

Estudantes do ensino médio dos principais colégios e cursos pré-vestibulares de Belo Horizonte, Betim e Contagem, incluindo escolas públicas.

Professores e coordenadores destes estabelecimentos de ensino

Ações e Meios de Comunicação

Criação da logomarca do Programa.

Peças de divulgação: cartazes, programa, ficha de inscrição, faixas, banners, botton, pastas, bloco, canetas, ficha de avaliação, mapa do campus, informações sobre os patrocinadores, brindes para sorteio.

Instalação de estandes para todos os cursos.

Reuniões preparatórias com os coordenadores dos cursos e preparação de kits para os palestrantes.

Material de apoio às palestras:

Vídeo de apresentação da universidade;

Apresentação multimídia de todos dos cursos.

Divulgação na imprensa em geral e nos veículos de comunicação interna da Universidade.

Visita aos colégios por uma equipe de estagiários para levar o material de divulgação e apresentar o programa.

Contatos telefônicos com as escolas.

LINHAS GERAIS DO PROGRAMA

Duração

O programa é oferecido em três dias: quinta e sexta-feira, de manhã e a tarde e sábado pela manhã, com uma programação específica de vistas aos laboratórios. A capacidade de atendimento é de 500 alunos por turno. Em Betim e Contagem, por serem campi menores, com menor número de cursos, o programa se concentra em um único dia.

Recepção

Os alunos são recebidos no teatro, onde recebem o material e uma orientação sobre o programa. Ali assistem a uma palestra do reitor de graduação, que fala sobre os principais projetos da universidade, sobre os novos cursos e dá informações sobre o vestibular. A seguir os estudantes assistem a um vídeo sobre a Universidade e participam do sorteio de brindes.

Apresentação dos Cursos

Concluída a parte geral no teatro, os estudantes, guiados pelos monitores, dirigem-se para os auditórios menores para assistirem às mini-palestras, de vinte a trinta minutos, que se realizam simultaneamente em quatro horários diferentes e consecutivos.

Desta forma, cada estudante tem a chance de assistir a até quatro palestras sobre os cursos de sua preferência. Ao final de cada mini-palestra, os estudantes podem fazer perguntas e comentários. A apresentação dos cursos ocorre quinta e sexta-feira. No sábado são feitas visitas aos laboratórios de Ciências Biológicas, Odontologia, Comunicação e Arquitetura.

Estandes

Cada Instituto e/ou Departamento tem à sua disposição um estande, onde os participantes recebem informações sobre os cursos e o mercado de trabalho, assistem a vídeos específicos, recebem material impresso, vêem protótipos e demonstrações, observam trabalhos desenvolvidos e têm um contato direto e informal professores e alunos.

Visita ao Campus

Durante a programação são organizados pequenos grupos para percorrerem o campus e conhecerem suas instalações. Os destaques são a Biblioteca, o Museu de Ciências Naturais, o Centro Esportivo, a mata preservada que circunda o campus, os boxes automotivos e o projeto de energia solar.

Visita aos Laboratórios

Aos sábados, realiza-se a visita aos laboratórios, que durante a semana estão sempre ocupados pelos alunos. Monitores dos próprios cursos recebem os estudantes organizados em grupos de 25 a 30 pessoas, mostram as instalações os equipamentos e prestam as informações necessárias. Para essa atividade os aluno se inscrevem separadamente.

Responsabilidade

O "PUC Aberta" é realizado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Comunicação Social e a Pró-Reitoria de Graduação. A execução é da equipe da Secretaria de Comunicação, composta de profissionais de Relações Públicas, de Publicitários e de Jornalistas.

Equipe de Apoio

O "PUC Aberta" é realizado com a participação de uma equipe de monitores, recrutada entre os alunos de Comunicação Social. Esses alunos recebem um treinamento e atuam desde a fase de organização e divulgação até à realização. Além de dar aos estudantes da PUC Minas uma oportunidade de trabalho prático, a idéia é promover a sua interação com os futuros universitários, para que estes transmitam um pouco da vivência de quem já passou pela experiência da escolha da carreira.

Os monitores, assim como toda a equipe técnica, usam um colete, com a marca da PUC Minas, podendo ser facilmente identificados. Também nos estandes a participação dos atuais alunos é fundamental. Orientados pelos professores eles ajudam na montagem dos estandes e no atendimento aos estudantes.

FORMAS DE AVALIAÇÃO E RESULTADOS ALCANÇADOS

O principal instrumento de avaliação é uma ficha que o aluno preenche ao final do programa. Na segunda edição do programa no campus de Belo Horizonte foram obtidos os seguintes resultados:

Pergunta 3 – Opinião sobre os seguintes itens:


Pergunta 4 – Quanto à distribuição do tempo:

Apresentação no auditório:

O tempo foi suficiente – 84,39%

O tempo não foi suficiente – 12,43%

NR – 3,18%

Visita aos laboratórios:

O tempo foi suficiente – 50,26%

O tempo não foi suficiente – 43,12%

NR – 6,62%

Pergunta 5 – Quanto ao programa "PUC Aberta":

Atendeu às suas expectativas – 85,97%

Não atendeu às suas expectativas – 12,16%

NR – 1,87%

Pergunta 6 – O conteúdo do programa:

Contribuiu para orientar a decisão de sua escolha profissional – 82,27%

Não contribuiu para orientar a decisão de sua escolha profissional – 14,94%

NR – 2,79%

OUTROS INDICADORES DO SUCESSO DO PROGRAMA

Grande demanda de participação por parte dos estabelecimentos de ensino: por limitações de espaço físico as inscrições são em número limitado.

Depoimentos dos participantes:

"Achei interessante o projeto por que a gente tem uma visão mais ampla dos cursos". Andrezza Santos Eufrásio, do Colégio Santo Agostinho, que participou das duas edições.

"A gente se interessa mais pelo curso à medida que conhece melhor o que ele oferece. Pensava em fazer Medicina, mas me interessei muito pela área de Serviço Social". Diana Elias Rodrigues, do Colégio Santo Agostinho.

"O PUC Aberta esclarece muitas coisas. Estava em dúvida, mas após conhecer melhor o curso de Ciências Contábeis, já me sinto em condições de decidir". Cristina Mourão, do Instituto Perfil de Educação.

"O PUC Aberta é uma ótima oportunidade para o aluno sentir o ambiente no qual vai conviver. Quando o estudante vem à Universidade e passa pelas palestras ele tem mais subsídios para fazer a sua escolha. Com isso a ansiedade baixa um pouco". Profª. Ercília Gonçalves, orientadora vocacional do Colégio Roberto Carneiro, em Divinópolis.

"A importância deste programa é divulgar os cursos, a Universidade e o lado de quem já estuda. Acho que isso provoca a curiosidade dos visitantes". Joana Sabrina, do 5º período de Relações Públicas, monitora do programa.

"Nós recebemos aqui ex-alunos, hoje professores de cursinhos e escolas do segundo grau, trazendo seus alunos para conhecer a PUC. O retorno é um bom indicador da qualidade dos nossos cursos". Profª. Carmem Luiza Rabelo Xavier, pró-reitora de Betim.

Transcrição adaptada dos registros existentes no CONRERP 2ª Região – São Paulo/Paraná

 


Desenvolvido pela Arena