Sercomtel 35 anos PDF Imprimir E-mail

Sercomtel 35 anos


 

Organização

Sercomtel S.A. Telecomunicações

Profissionais Responsáveis

Adriano Maricato Ramos

Ano da Premiação

2003



A Sercomtel, empresa de telecomunicações que atende a cidade de Londrina e região (Paraná), nasceu do anseio dos próprios cidadãos quando necessitavam criar rotas para escoamento das safras cafeeiras da década de 60.

Desse modo, mesmo sem autorização da antiga Telebrás, o município aportou a estrutura, conectando Londrina por telefone ao restante do país, sobretudo São Paulo, Santos e Paranaguá.

Desde lá, é o orgulho dos londrinenses e, atualmente, única operadora pública de telecomunicações, mesmo depois da febre de privatizações pela qual passou o setor. Sua história confunde-se, muitas vezes, com a história da própria cidade e seu caráter estritamente local é o grande diferencial de mercado.

Há 35 anos provendo com vanguarda os mais variados serviços de comunicação, foi a primeira operadora nacional a digitalizar totalmente suas centrais, a primeira cidade do interior a oferecer telefonia celular, a primeira a utilizar centrais digitais comutadas e, no ano passado, a primeira a atender todas as metas impostas pela Anatel.

Assim, o grande objetivo do Plano foi inserir os eventos comemorativos aos 35 anos dentro do planejamento estratégico da empresa, envolvendo todos os públicos prioritários e destacando o intenso relacionamento que a Sercomtel tem com a cidade.

Como destaca Giácomo: "evento é uma forma de minimizar esforços de comunicação, objetivando o engajamento de pessoas a uma idéia ou ação", portanto, constatou-se que a melhor maneira de envolver estes públicos em razão do aniversário da empresa é realizando eventos.

Por outro lado, visando o posicionamento estratégico das ações de Relações Públicas, o primeiro desafio era transportar a execução de eventos de uma tarefa tática para uma tarefa estratégica.

O evento é um poderoso instrumento nas estratégias comunicacionais. Seja por sua função social ou de recreação, seja pelo status que consegue obter junto à sociedade, seja pela contigüidade física de seus participantes, seja pela repercussão que conquista na mídia. Mas o evento pode e deve ser algo mais.

Evento deve ser uma linguagem, um acontecimento especial antecipadamente planejado, respaldado em um plano de comunicação. O evento deve ser ‘enxergado’ de forma substancial, com conteúdo. Ele deve deixar de ser um acontecimento meramente social para se transformar numa ferramenta que comunicará determinados valores e mensagens, como explicita Giácomo: "a primeira pergunta ao se planejar um evento deve ser: o que cada um desses indivíduos convidados deveria levar como resíduo de mensagem ao sair daqui?".

Para o público interno, os resíduos de mensagem que desejou-se foi comprovar o reconhecimento que a empresa tem do trabalho e do comprometimento de todos, revertendo em produtividade e moral.

Para a comunidade, ansiou-se por reafirmar o compromisso de longa data que a empresa tem em destacar-se como instrumento de transformação econômica e social.

Para a imprensa, oportunizou-se o intenso relacionamento que já existia, com a visão de que a Sercomtel é uma importante e transparente fonte de informação.

Para os clientes, desejou-se reforçar os valores institucionais, como tradição, parceria, vanguarda e o sentimento de uma empresa que é "da nossa terra".

OBJETIVO GERAL

Utilizar as comemorações de 35 anos da Sercomtel de forma estratégica, envolvendo seus públicos prioritários e mantendo sua imagem institucional.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Destacar o aniversário da Sercomtel, tomando sua história como diferencial competitivo.

Envolver os públicos prioritários da empresa nas comemorações de 35 anos, mantendo a imagem corporativa da Sercomtel.

Executar eventos estratégicos que reforcem o perfil da empresa e seus valores.

Gerar oportunidades de divulgação institucional.

ESTRATÉGIAS

Reconhecimento e valorização do quadro de colaboradores.

Desenvolvimento de projetos de cunho social.

Organização de eventos religiosos, festivos e culturais.

Disponibilização do acervo histórico da empresa à comunidade.

Abertura de novos canais com a imprensa.

Relacionamento com os diversos públicos prioritários de forma dirigida, por meio de eventos.

EXECUÇÃO

Os programas foram criados de maneira a contemplar os objetivos, dando atenção especial à divulgação dos eventos, sempre de forma integrada.

1. Programa de Valorização Interna

1.1. Projeto Feliz Aniversário

Com o intuito de ressaltar a importância, a alegria e o clima das comemorações de aniversário, pensou-se num projeto que estivesse envolvendo os funcionários na reflexão do dia do aniversário.

Assim, em 2003, todos os colaboradores da empresa estão recebendo em suas casas, no dia de seu aniversário, uma cesta de café da manhã, com uma mensagem do Presidente e um porta-recados com a inscrição ‘Talento Sercomtel’.

Além dessa reflexão, o projeto é uma forma de reconhecimento que ressalta que o aniversário é uma data importante que não pode ser esquecida.

A opção pela cesta de café da manhã também atende ao objetivo de envolver a família dos colaboradores que, durante alguns minutos no começo da manhã, se reuniriam para saborear os itens da cesta enviada pela Sercomtel.

1.2. Projeto Prata da Casa

Já é uma tradição da empresa homenagear seus funcionários por tempo de casa, a cada 5 anos. Curiosamente, muitos dos primeiros funcionários contratados pela empresa se aposentaram aqui ou ainda estão na ativa.

Assim, dividimos os grupos de homenageados por categorias: aqueles que completam 15 anos foram homenageados na cerimônia de março; funcionários com 20 anos, na cerimônia de abril; homenageados por 25 anos em maio; e homenageados por 30 anos de casa, em junho.

As cerimônias contaram com a presença de todos os Diretores da empresa e foram abrilhantadas pelo Coral Sercomtel, que é composto por funcionários. Um painel de fotos antigas foi deixado em exposição no hall do Centro de Treinamento da Sercomtel e fazia um resumo da história construída por estes funcionários.

Antes de ser servido o coquetel, os funcionários recebiam uma caneta das mãos do Presidente da empresa, ato que simbolizava a história de sucesso que todos ali escreviam.

1.3. Projeto Certificado "Funcionário Cidadão"

Por sua própria história e muito antes dos temas de responsabilidade social entrassem em moda, a Sercomtel sempre foi parceira da comunidade londrinense, atuando com uma das molas propulsoras do desenvolvimento regional.

Esta característica da empresa motivou a cultura na maioria dos funcionários em doar parte de seu tempo livre para obras sociais das mais variadas frentes. Visando valorizar este trabalho, foi criado o Certificado Funcionário Cidadão, baseado nos relatórios de trabalho voluntário que os funcionários preenchiam.

Para o cálculo, foi estipulado o biênio 2001/2002. Sendo que fariam jus ao Certificado Bronze, os funcionários que somassem neste período o mínimo de 50 horas voluntárias. Aqueles que somassem 100 horas voluntárias receberiam o Certificado Prata. Para receber o Certificado Ouro, os funcionários deveriam somar 150 horas, pelo menos.

Os 50 funcionários que executaram 50, 100 ou 150 horas de trabalho voluntário comprovado no biênio 2001-2002 foram homenageados durante a cerimônia de inauguração da sede própria da Associação Flávia Cristina.

2. Programa Social

2.1. Projeto Comemorativo

Da iniciativa dos próprios funcionários, em 1993, após a visita do sociólogo Betinho, fundador das campanhas Combate à Fome e à Miséria, nasceu uma ONG, intitulada Comitê de Solidariedade dos Funcionários da Sercomtel.

Esta ONG atende a comunidade carente da cidade, provendo medicamentos, fraudas, casas, creches, produtos fisioterápicos e outras necessidades, financiadas pelo montante arrecadado nas doações de vales-refeição que os funcionários efetuam, sendo que a empresa dobra a doação mensalmente.

O projeto é reconhecido em todo o Estado e julgou-se importante conciliar as comemorações do aniversário da empresa com os 10 anos da entidade.

Para marcar tal data, em parceria com os fornecedores do Comitê, foi impressa uma Revista Comemorativa que resume todo o trajeto de sucesso da ONG, com tiragem de 2.000 exemplares. A revista foi lançada no evento que inaugurou a sede própria da Associação Flávia Cristina.

2.2. Projeto Associação Flávia Cristina – Construção da Sede Própria

Para comemorar o aniversário da empresa e do próprio Comitê, uma grande obra foi eleita para ser realizada. Assim, com o apoio da Secretaria Municipal de Ação Social, passou-se a conhecer a dura realidade da Associação Flávia Cristina, entidade sem fins lucrativos que atende crianças carentes portadoras de deficiências físicas e mentais.

A entidade já tinha ganho um terreno da Prefeitura Municipal, mas não tinha recursos para construir. A obra custou cerca de R$90.000,00, sendo que 50% desse valor foi doado pelos funcionários e os outros 50% foram patrocinados pela empresa.

Dessa forma, a sede própria da Associação foi construída com capacidade para atender 65 crianças, inclusive com espaço para fisioterapia e lanche. O evento de inauguração fez parte das comemorações.

O evento reuniu diversas lideranças e personalidades, além dos funcionários da empresa, professores e alunos atendidos na Associação. A conquista deste espaço importante permeou toda a cerimônia de muita emoção.

3. Programa Cultural

3.1. Projeto Exposição Histórica "Sercomtel: Marca de Pioneirismo"

Quando das comemorações de 30 anos, esta Assessoria tombou um grande número de itens histórico e passou a contar com um projeto específico de Memória Institucional. O projeto conta com mais de 700 itens de mobiliário, aparelhos, curiosidades, cerca de 6.000 fotos catalogadas e mais de 3.000 documentos.

Como ainda não foi possível viabilizar um local definitivo para disponibilizar o acervo à comunidade, efetuou-se uma parceria com a Universidade Estadual de Londrina, mantenedora do Museu Histórico de Londrina.

As salas para Exposições Temporárias ficaram disponíveis de junho de 2003 até março de 2004 e conta com mais de 200 itens entre mobiliários, aparelhos, fotografias e curiosidades.

Para maximizar os resultados, efetuamos uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação, possibilitando que durante o ano letivo de 2003, todos os alunos do Ensino Fundamental Municipal possam visitar a exposição, contando com os esclarecimentos das professoras. Nessas escolas, a Sercomtel conseguiu incluir o tema telecomunicações para o terceiro bimestre do ano letivo, sendo que o assunto foi abordado nas mais variadas disciplinas.

Para as escolas particulares, foi enviado convite, sendo que mais de 60% delas incluiu a visita em seus programas extra-classe. Outros 30% incluíram o tema telecomunicações no planejamento de aulas, aumentando o número de visitas de alunos na empresa à procura de informações para trabalhos escolares.

3.2. Projeto Livro Histórico "Sercomtel: Marca de Pioneirismo"

A empresa tinha conhecimento que um dos seus funcionários mais antigos vinha registrando a evolução histórica da empresa desde seus primórdios, de maneira artesanal em seu microcomputador.

Julgou-se conveniente transformar o rico material em livro a ser doado para bibliotecas e públicos de interesse.

Assim outro projeto nasceu. Com cerca de 150 páginas, o livro reúne toda a ‘saga’ da única empresa de telecomunicações ainda pública no Brasil.

Diante da importância da veracidade dos fatos, o prazo para lançamento do livro foi estendido para outubro, possibilitando a conferência de dados e um rico detalhamento, inclusive do histórico das empresas concorrentes.

4. Programa Religioso

4.1. Projeto Culto Ecumênico em Ação de Graças

Anualmente, nas dependências do Centro de Treinamento da Sercomtel, realiza-se um Culto Ecumênico em Ação de Graças pelo aniversário da empresa.

Para os 35 anos, objetivando realizar um evento mais substancial, propôs-se sua transferência para a Catedral Metropolitana, expandindo o convite a familiares, clientes e toda a comunidade.

Na celebração que reuniu mais de 1.000 pessoas, o Coral Sercomtel, composto por funcionários ativos e aposentados, apresentou a Missa Festiva do autor americano John Leavitt, acompanhado pela reconhecida pianista Irina Ratcheva e regido pela Maestrina Paloma Scucuglia.

Durante o ofertório, funcionários e familiares apresentaram ao altar ícones da empresa e do trabalho que a Sercomtel realiza.

5. Programa Festivo

5.1. Projeto Baile de Aniversário

A faceta festiva das comemorações foi concentrada num grande Baile de Aniversário, que aconteceu na sede social do Country Club, reunindo mais de 1.300 convidados, sendo que, para mensurar o número de convidados, decidiu-se por vender os convites a preço simbólico.

Logo na recepção, alunos do curso de Artes Cênicas da Universidade Estadual de Londrina simulavam grandes fã-clubes dos colaboradores, munidos com holofotes, faixas e pedidos de beijos e autógrafos. Um grande tapete vermelho e um sistema de som que simulava aplausos e flashes levavam os convidados para o interior do salão.

A ambientação estilizava uma grande praça, que contou, inclusive, com a instalação de telefones públicos, criando um clima acolhedor e requintado. Como surpresa, foram distribuídos óculos de sol, perucas, marabus e maracas.

Um buffet de massas espantou o típico frio daquela noite de julho e, também como surpresa, às 5 horas da manhã os convidados foram surpreendidos pela chegada da Escola de Samba Gaviões da Fiel, que manteve o salão lotado até às 7 horas da manhã, com muito samba, confete e serpentina.

6. Programa de Divulgação

6.1. Projeto Selo Comemorativo

Para marcar o aniversário, como primeiro projeto, realizou-se um concurso interno para a confecção do selo comemorativo utilizado em todas as correspondências da empresa durante as comemorações.

A arte foi utilizada em todo o material gráfico do aniversário, como convites, livro histórico e brindes, como também estampada em banners utilizados nos eventos. A arte também está exposta no Centro de Treinamento da Sercomtel durante todo o ano.

O colaborador autor da arte vencedora teve direito a um final de semana no Aguativa Resort, com acompanhante.

6.2. Projeto Informativo "Notícias das festividades"

Uma série de 8 informativos preparou os funcionários para os eventos que iriam acontecer, constando sucintamente as primeiras informações. Este projeto objetivou despertar o quadro de funcionários para os eventos que iriam se iniciar.

6.3. Projeto Divulgação Interna

Um trabalho dirigido foi realizado pelas jornalistas da empresa de modo a manter os colaboradores informados de tudo o que estava acontecendo. Assim, o veículo eleito foi o Jornal Mural, que tem periodicidade diária e está espalhado por 16 pontos estratégicos da empresa, além de ser enviado por e-mail à 80% do quadro.

6.4. Projeto Divulgação Externa

As Assessoras de Imprensa tiveram outro grande trabalho que foi manter seu público informado dos acontecimentos, dando ampla informação sobre os projetos.

6.5. Projeto Informativo aos Clientes "Alô Sercomtel"

Como forma de comunicação direta com clientes, definiu-se pela utilização de um veículo conhecido e periódico, qual seja a edição de junho do informativo que acompanha as contas telefônicas da Sercomtel.

Tal veículo, intitulado "Alô Sercomtel", é encaminhado mensalmente aos mais de 180 mil clientes, sendo que esta edição foi totalmente alusiva aos 35 anos de aniversário.

6.6. Projeto Suplemento Especial "Sercomtel 35 anos"

Para alcançar a comunidade com mais detalhes, optou-se por efetuar uma parceria com o jornal de maior circulação em Londrina, de maneira que pudesse ser confeccionado um suplemento especial, para circular na edição do 6 de julho, domingo, dia em que a Sercomtel comemorou efetivamente seus 35 anos.

Para que o projeto não tivesse custos para a empresa, viabilizou-se um esforço de venda de anúncios para parceiros e grandes clientes, culminando com 16 páginas que contaram resumidamente a história da empresa.

6.7. Projeto Peça para TV "Sercomtel 35 Anos"

Aproveitando o mot do mês de julho: aniversário, a agência de publicidade que atende a Sercomtel desenvolveu uma peça publicitária para TV, com caráter estritamente institucional.

A peça ressaltou a comemoração e a relação que a cidade tem com a empresa e foi veiculada durante uma semana.

Dias antes da peça ser levada ao ar, esta Assessoria decorou a recepção dos prédios da empresa com balões, instalando uma TV e um vídeo cassete que transmitia em looping o comercial.

CALENDÁRIO DE EVENTOS

Dezembro de 2002

Lançamento do Plano

Lançamento do Concurso para Confecção do Selo Comemorativo

Lançamento do Selo Comemorativo

Janeiro de 2003

Início do Projeto Feliz Aniversário

Março de 2003

Início da distribuição dos informativos "Notícias das Festividades"

Homenagem aos funcionários por tempo de casa (15 anos)

Abril de 2003

Homenagem aos funcionários por tempo de casa (20 anos)

Maio de 2003

Homenagem aos funcionários por tempo de casa (25 anos)

Junho de 2003

Homenagem aos funcionários por tempo de casa (30 anos)

Abertura da Exposição Histórica

Julho 2003

Culto Ecumênico em Ação de Graças

Baile de Aniversário

Inauguração da sede própria da Associação Flávia Cristina

Lançamento da Revista Comemorativa aos 10 anos do Comitê de Solidariedade dos Funcionários da Sercomtel

Entrega dos Certificados "Funcionário Cidadão"

Outubro 2003

Lançamento do livro histórico "Sercomtel: Marca de Pioneirismo"

Dezembro de 2003

Encerramento do projeto Feliz Aniversário

Encerramento das festividades de 35 anos

QUADRO DE PATROCINADORES

Ericsson Telecomunicações

Floricultura Chalé das Flores

Unimed de Londrina

Uniodonto de Londrina

Associação Recreativa Atlética Sercomtel – ARATEL

Rede de Farmácias Vale Verde

American BankNote Ltda.

Enxovais Polyene

Banco Bradesco

Grupo Alerta Segurança

Montimó Depósito de Materiais de Construção

Sanderson Materiais de Construção

Centrocópias Gráfica Rápida

JR Tintas

Ortopédica Londrina

Eletro União Materiais Elétricos

Loc-Med Aparelhos Médicos

Madeireira Brasil

Macarrão Renata

Vidraçaria Formigão

Supermercados Musamar

Ótica Persona

Art-Teto Materiais de Construção

INVESTIMENTOS

RECURSOS HUMANOS

A Assessoria de Comunicação Corporativa é gerenciada pelo Relações Públicas da empresa e conta com 3 Jornalistas, 1 Bibliotecária, 1 Secretária, 1 Office-Boy e 2 Estagiários de Relações Públicas. Além disso, para a realização de todos os eventos, a área contou com o apoio direto e voluntário de mais de 25 funcionários.

FORMA DE AVALIAÇÃO

Entrevista pessoal com grupos de colaboradores.

Reuniões pré e pós eventos com grupo organizador e fornecedores.

Monitoração da mídia (veiculação de notícias).

Monitoração da lista de visitantes da Exposição Histórica.

Monitoração da procura por exemplares do livro.

Avaliação da venda de convites para o Baile de Aniversário (valor simbólico).

Avaliação qualitativa dos convidados presentes nos eventos programados.

Inclusão de seção de perguntas específicas na Avaliação de Clima Organizacional 2003.

Inclusão de seção de perguntas específicas na Pesquisa de Satisfação do Cliente 2003.

Feedback dos acionistas e corpo diretivo da empresa.

RESULTADOS ALCANÇADOS

Os eventos excederam as expectativas, sobretudo, diante dos ótimos feedbacks da diretoria da empresa e também dos convidados que não deixaram de registrar espontaneamente seu contentamento. Como pontos principais, destacam-se:

Aumento da motivação, moral e comprometimento do quadro de colaboradores;

Boa exposição da marca Sercomtel na mídia;

Preservação da memória institucional;

Exercício da responsabilidade social empresarial;

Contribuição cultural e educacional junto à comunidade;

Estreitamento do relacionamento da empresa com seus stakeholders;

Valorização do trabalho da Assessoria de Comunicação Empresarial em âmbito estratégico.

Desde o planejamento, a visão holística das comemorações possibilitou que os públicos partilhassem dos mesmos sentimentos e informações, maximizando e gerando sinergia na comunicação.

O fato da Assessoria de Comunicação Corporativa estar ligada diretamente ao Presidente da empresa facilitou o rápido entendimento sobre os objetivos propostos dentro dos diversos setores da empresa. Este entendimento propiciou o auxílio de outras áreas na execução das ações e contribuiu para que cada colaborador se sentisse a parte integrante mais importante das festividades, extrapolando este sentimento para os demais públicos.

O objetivo de segmentar as comemorações também foi importante para alcançar os stakeholders de forma mais assertiva, valorizando o trabalho de relações públicas.

Transcrição adaptada dos registros existentes no CONRERP 2ª Região – São Paulo/Paraná

 


Desenvolvido pela Arena